A calçada portuguesa das ruas de Lisboa num baralho de cartas

Oradora: Alda Carvalho (Área Departamental de Matemática, Instituto Superior de Engenharia de Lisboa)

Resumo: Motivos repetidos numa ou duas direções podem ser classificados matematicamente de acordo com os tipos de simetria que possuem. Através dessas classificações, constata-se a existência de frisos, padrões e rosáceas. A tradicional calçada portuguesa é palco das mais sofisticadas manifestações artísticas: todos os sete frisos, rosáceas cíclicas/diedrais e doze dos dezassete padrões foram encontrados no chão de Lisboa. Neste palestra mostraremos como os lisboetas pisam quotidianamente boa arte, acompanhando a exposição com um baralho de cartas lançado pela Associação Ludus/Universidade de Lisboa especialmente para esse efeito.

Quando: 25 de maio, 18h30
Local: Livraria Almedina, Atrium Saldanha

Apareçam!


Esta entrada foi publicada em " Conto Contigo". ligação permanente.

Deixe uma resposta