Arquivo da Categoria: Poesia

Uma lágrima, uma pessoa

Uma lágrima chora, chora por dentro e por fora. Fizeram-lhe mal, algo aconteceu, caiu de uma cara, mais uma se desvaneceu. Vem outra lágrima, alegre e sorridente, esta tem futuro, um caminho pela frente. Mais duas ou três, mas lá … Continuar a ler

Publicado em Escrever..., Poesia | Tags | Deixe o seu comentário

Acrósticos

Publicado em Escrever..., Poesia | Tags | Deixe o seu comentário

O QUE É O AMOR?

Será uma qualidade ou defeito, Diz-me tu de que ele é feito. Será coragem ou fraqueza, Será alegria ou tristeza? Será uma ambição, desejo, ou apenas uma ilusão. Será uma certeza, incerteza, ou apenas imperfeição. O Amor é belo, faz … Continuar a ler

Publicado em Escrever..., Poesia | Tags | Deixe o seu comentário

O PRETO DA VIDA

A vida é longa e cansativa, Para uns, uma desilusão, para outros, uma tentativa. Os desaires são lembrados e os triunfos desvalorizados. É como um livro com capítulos estragados. A paciência acaba-se e a raiva controla-nos, E a vida vai … Continuar a ler

Publicado em Escrever..., Poesia | Tags | Deixe o seu comentário

Os Barrão – Consílio dos Gajos

Já no grande palco rockavam, Os fans gritando e empurrando As vibrações pelo ar se propagavam O entusiasmo, enfim, alargando E os cartazes os fãs mostravam Para a banda que as músicas ia cantando Músicas estas sagradas Que do género … Continuar a ler

Publicado em Escrever..., Poesia | Tags | Deixe o seu comentário

Os Barrão – Proposição

Os microfones e os Barrão assinalados Que da ocidental cidade lusitana Por palcos nunca dantes ocupados Cantaram o dia e a noite inteira. E em dedilhados e acordes lixados, Mais do que prometia a capacidade humana E entre gente remota … Continuar a ler

Publicado em Escrever..., Poesia | Tags | Deixe o seu comentário

Poeta do dia – Fernando Pessoa

Génio incontornável da literatura portuguesa (e mundial), escreveu em seu nome e no das múltiplas personalidades que existiam em si (os heterónimos), abarcando um vasto leque de estilos e temas. Autopsicografia O poeta é um fingidor. Finge tão completamente Que … Continuar a ler

Publicado em Poesia | Deixe o seu comentário

Poeta do dia – Sebastião da Gama

Professor apaixonado pela sua missão, poeta cuja obra é marcada pelo amor à natureza e ao ser humano, pela alegria, pela esperança e pela juventude, vista como uma dádiva.    Pelo sonho é que vamos Pelo sonho é que vamos, … Continuar a ler

Publicado em Poesia | Deixe o seu comentário

Poeta do dia – Luís de Camões

Símbolo da nação, poeta renascentista, elevou o povo português à categoria de herói, no poema épico Os Lusíadas, e deu uma nova dimensão ao Amor, nos seus poemas líricos. Amor é fogo que arde sem se ver Amor é fogo … Continuar a ler

Publicado em Poesia | Deixe o seu comentário

Poeta do dia – António Gedeão

Professor de Físico-Química, investigador e poeta, soube interligar, de forma ímpar, a ciência e a poesia, a vida e o sonho, a lucidez e a esperança. IMPRESSÃO DIGITAL Os meus olhos são uns olhos, e é com esses olhos uns … Continuar a ler

Publicado em Poesia | Deixe o seu comentário